Viagens: Portugal

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Viagens: Portugal

Mensagem por Lu em Qua Abr 28, 2010 11:28 am

oioi, criei aqui um tópico sobre Portugal. tudoo que quiserem saber sobre este país perguntem aqui á vontade...tradisões, cultura, clima, praias, monumentos e suas histórias...
eu serei a vossa guia no que poder responder..até lá eu vou indo postando um bocadinho de cada parte deste País que é o meu lar.. Very Happy


avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re:Viagens Portugal

Mensagem por Lu em Qua Abr 28, 2010 11:44 am



Antes de mais, é bom saber o que significa as bandeiras de cada País. A história desta bandeira é a seguinte:

A bandeira tem um significado republicano e nacionalista. A cor verde por ser a cor da esperança e por estar ligada à revolta republicana de 31 de Janeiro de 1891 e também representa as florestas de Portugal. O vermelho é a cor combativa, quente, viril e representa o sangue dos que morreram pela independência da Nação.
No seu centro, acha-se o escudo de armas portuguesas (que se manteve tal como era na monarquia), sobreposto a uma esfera armilar, que veio substituir a coroa da velha bandeira monárquica e que representa o Império Colonial Português e as descobertas feitas por Portugal.
Os cinco pontos brancos representados nos cinco escudos no centro da bandeira fazem referência a uma lenda relacionada com o primeiro rei de Portugal. Os sete castelos representam as vitórias dos portugueses sobre os seus inimigos e simbolizam também o Reino do Algarve.


O hino nacional chama-se " A Portuguesa" foi composta em 1890, com letra de Henrique Lopes de Mendonça e música de Alfredo Keil.
avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re:Viagens Portugal

Mensagem por Lu em Qua Abr 28, 2010 12:03 pm

A minha terra natal chama-se Póvoa de Varzim.
este é o brasão da cidade,que se situa no distrito do Porto, Região Norte.

É banhada pelo mar Atlântico e por ser uma zona costeira, é uma zona de pesca e praia


Esta cidade é conhecida devido a pessoas de renome que nasceram aqui..o ilustre Eça de Queiros, famoso escritor renascentista que escreveu os Maias, Crime do Padre Amaro, entre outros..



A praia é optima para quem sofre de problemas respiratórios e quem sofre de varizes (veias salientes, que as vezes aparecem nas pernas), pois o mar é rico em algas, sal e outras substancias curativas...
O clima é ameno ronda entre os 20ºC-30ºC no Verão, 1ºC-20ºC no Inverno.
Tem 12 freguesias e o santo patrono é S.Pedro...cuja festa é realizada no dia 29 de Junho
avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Gleice em Qui Abr 29, 2010 11:20 am

AAH que tópico legal *---*
Vai ser boom conhecer outros países, especialmente Portugal ;D

E eu acho tão fofinho, o "vosso" que vocês falam
Smile
avatar
Gleice
Administradora

Idade : 26
Mensagens : 200
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 02/12/2009

http://www.vampireacademybrasil.org/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re:Viagens Portugal

Mensagem por Lu em Qui Abr 29, 2010 11:28 am

Vamos agora para uma zona verde... o Gerês


Terra linda, cheia de Verdes fica no Norte do país entre Viana do Catelo e Braga. Rico em ervas para chás, mel, cascatas, paisagens lindíssimas, termas e spas e claro parques.

Aconselho uma visita á chamada cascata do Tahiti é para mim uma das mais bonitas, não só pela queda de água em si, mas também pela lagoa que por ela é formada, dá para disfrutar dum belo banho e uns belos mergulhos.



Mas claro dêem um salto ao Parque Nacional da Peneda-Gerês. Beleza paisagística, valor ecológico e variedade de fauna (veados, cavalos selvagens, lobos, aves de rapina) e flora (pinheiros, teixos, castanheiros, carvalhos e várias plantas medicinais). Estende-se desde a serra do Gerês, a Sul, passando pela serra da Peneda até à fronteira espanhola.Um bom local para dar caminhadas, andar de bicicleta, etc, claro que lá vocês são orientados por guardas florestais ou então por biólogos e isso, pois aquilo está totalmente aberto sem vedações.


É nesta terra que encontramos a segunda maior elevação de Portugal Continental a Serra do Geres que tem 1548 metros de altitude.



Se vierem cá, visitem este Pulmão de Portugal, otimo para uma escapadela da cidade e para belas fotos como deu para reparar Very Happy
avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Ana Carol em Seg Maio 03, 2010 8:50 pm

luuu, adorei esse tópico!! ta super legal! Smile
avatar
Ana Carol
Alta Colaboradora

Idade : 21
Mensagens : 4011
Localização : Rio ♥
Data de inscrição : 22/02/2010

http://kiissmeorkillme.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Lu em Ter Maio 04, 2010 9:36 am

Bigada Carol, ainda bem que gostas Very Happy
avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Ana Carol em Sab Maio 08, 2010 2:00 pm

lu, vc deve adorar a historia do seu pais né??
eu queria ser assim, mas sempre achei tao chata a historia do Brasil... =S
avatar
Ana Carol
Alta Colaboradora

Idade : 21
Mensagens : 4011
Localização : Rio ♥
Data de inscrição : 22/02/2010

http://kiissmeorkillme.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Lu em Sab Maio 08, 2010 3:36 pm

Se eu gosto..nem por isso detesto a parte do Salazar o ditador daqui de Portugal, tempos maus, mas adoro a Historia dos descobrimentos...ba não é para me gabar mas fomos nos portuguese que vos descobriram e vos demos a indepencia.
Lá esta as vezes tinhamos uns reis bons a governar outras vezes eram cá uns nerds...tenho de postar mais zonas...alguma zona que queiras conhecer carol??
avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Ana Carol em Sab Maio 08, 2010 3:38 pm

qual a zona q vc me indica?
avatar
Ana Carol
Alta Colaboradora

Idade : 21
Mensagens : 4011
Localização : Rio ♥
Data de inscrição : 22/02/2010

http://kiissmeorkillme.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Lu em Sab Maio 08, 2010 3:54 pm

escolhe um nome de uma cidade portuguesa que quiseses conhecer
avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Ana Carol em Sab Maio 08, 2010 6:53 pm

meu padrinho já foi em lisboa, e se apaixonou por lá, entao... pode ser de lisboa?
avatar
Ana Carol
Alta Colaboradora

Idade : 21
Mensagens : 4011
Localização : Rio ♥
Data de inscrição : 22/02/2010

http://kiissmeorkillme.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Lu em Ter Maio 11, 2010 7:43 am

Lisboa
Capital de Portugal, é considerada um dos locais preferidos dos turistas. Lisboa tem historias bem giras e locais maravilhosos para se conhecer. É considerada a cidade mais jovem de Portugal devido ao incidente de 1755 que devastou Lisboa e parte da zona do Algarve. Um enorme tsunami seguido de sismos em grande escala. Tem um estilo de vida contemporâneo, Lisboa combina na perfeição o novo e o velho.



Graças ao Marques de Pombal, Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Guerra e futuro primeiro-ministro, resurgiu a nova Lisboa que hoje é tão conhecida e uma zona de 'ponto de encontro' na época dos descobrimentos devido á sua localização.

Existem centenas de locais maravilhosos para se visitar e alguns estão escondidos entre estreitas ruas da cidade, por isso é melhor levar um guia turístico ou alguém que conheça a cidade.

Agora os sítios que eu mais gosto:

-Elevador de Santa Justa é uma obra de arte concebida por um aprendiz de Gustave Eiffel e liga a Baixa ao Bairro Alto.
Abriu em 1902, altura em que funcionava a vapor, e em 1907 começou a trabalhar a energia eléctrica, sendo o único elevador vertical em Lisboa a prestar um serviço público.É feito de ferro fundido, o elevador dentro da torre sobe 45 metros e leva 45 pessoas em cada cabine (existem duas). Tem um estilo neogótico romântico, não aconselho para pessoas que sofrem de vertigens, mas vale a pena subir pois lá no topo há um café com vista magnífica sobre o centro de Lisboa e o Rio Tejo.


-Praça Marquês de Pombal eu a considero o suicídio, mas para aventureiros e expert na condução é optima,situa-se entre a Avenida da Liberdade e o Parque Eduardo VII. No centro ergue-se o magnífico monumento em honra do Marquês de Pombal. Neste monumento, podes ver o Marquês no topo, com a mão num leão (símbolo de poder), a olhar para a sua obra-prima: a baixa de Lisboa. É giro de se ver.



- Alfama querem visitar Lisboa antiga? Então não deixem de vir aqui. Este é um dos bairros mais típicos de Lisboa, ruas estreitas e sinuosas, com escadas íngremes e dizem que lá dá para respirar a alma de Lisboa. Aqui também descobres vestígios Romano e Árabe, duas das civilizações mais dominantes no passado de Lisboa.


-Palácio de Belém É uma pena os turistas não terem acesso, mas visto de fora é giro. Esta é a residência oficial do Presidente da República e foi construído em 1559 pelo nobre D. Manuel de Portugal. Sabiam que no século XVIII, este palácio era conhecido como 'palácio dos leões' - símbolo que combina Sabedoria e Poder- podes ver esses animais um pouco por todo o palácio. É vigiado por dois guardas com fardas magnificas que so mesmo vendo e não tentem 'namorisca-los' ou então faze-los rir porque eles parecem estátuas e ficam a olhar sei lá para onde...oh mas deixam tirar fotos com eles (eu já fiz).


- Mosteiro dos Jeronimos Situa-se em Belém à entrada do Rio Tejo é frequentemente conhecido como a 'jóia' do estilo Manuelino. Este estilo combina elementos arquitectónicos dos períodos Gótico e Renascentista, juntando-os a uma simbologia real e naturalista, que o tornam verdadeiramente único e que deu muito trabalho a ser feito.O rei D. Manuel I pediu à Santa Sé autorização para construir um grande mosteiro à entrada de Lisboa, perto das margens do rio Tejo. As obras começaram em 1501 e só terminaram quase um século depois. Lá dentro encontras os tumulos dos reis D. Manuel I e sua mulher, D. Maria, D. João III e sua mulher D. Catarina, D. Sebastião e D. Henrique e ainda os de Vasco da Gama, de Luís Vaz de Camões, de Alexandre Herculano e de Fernando Pessoa. Uma sugestão vão com tempo pois aquilo é grande.


-Padrao dos Descobrimentos fica mesmo em frente aos mosteiro virado para o Tejo. Foi inaugurado em 1960, aquando das celebrações dos 500 anos da morte do Infante D. Henrique (Henrique O Navegador). Evoca a expansão marítima e foi desenhado na forma de uma caravela, liderada pelo Infante D. Henrique - que segura numa mão uma pequena caravela -, seguido de muitos outros heróis da história portuguesa (Vasco da Gama, Pedro Álvares Cabral - que descobriu o Brasil - Fernão Magalhães - que atravessou o Pacífico em 1520 -, o escritor Camões e muitos outros). Tem 50 metros de altura, é esculpida em pedra..acreditem é lindo de se ver então ao por do sol...nossa


-Torre de Belém foi construída na era das Descobertas em homenagem ao santo padroeiro da cidade, São Vicente.
Para melhorar a defesa de Lisboa, o rei João II desenhou um plano que consistia na formação de uma defesa constituída por três fortalezas junto do estuário do Tejo. Estilo Manuelina que simboliza o poder do rei.Com o passar do tempo, e com a construção de novas fortalezas, mais modernas e mais eficazes, a Torre de Belém foi perdendo a sua função de defesa. Em 1983 a UNESCO classificou-a Património Cultural de Toda a Humanidade. Fica mesmo ao lado do Padrão dos Descobrimentos.


Há muitos outros monumentos que gostava de expor aqui, mas ficaria muito pesado, mas não deixem de visitar o famoso Parque das Nações, o Oceanario, as famosas pontes Vasco da Gama e 25 de Abril. Lisboa tem montes de palacios com estilos diferentes devido á sua historia e época em que foi construida, a estação do Rossio e os parques que são lindos. e ah provem o maravilhoso Pastel de Belém que são uma delicia hum...
avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Mônica B. Ivashkov em Ter Maio 11, 2010 10:36 am

Ah meu santo Vladimir!

Ano que vem vou conhecer Portugal e tenho duas opções:

1- Imprimo esse tópico e levo comigo
2- Contrato a Lu de guia turística.

Muito linda as fotos Lu!!!

Esse Pastel de Bélem... falou dele numa novela brasileira semana passada.
A menina estava comendo ele com a boca mais boa *meu estômago roncou agora* hauahua

_________________________________________________
avatar
Mônica B. Ivashkov
Administradora

Idade : 27
Mensagens : 2915
Localização : Minas Gerais
Data de inscrição : 07/01/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Lu em Ter Maio 11, 2010 11:37 am

Brigada Moni só tenho pena que aqui em Portugal nem tudo é bonito...eu coloco aquilo que gosto..mas também á muitos sítios que são uma miséria de primeira.
E a nossa história?? Credo vocês nem imaginam as historias por trás de cada monumento que postei anteriormente.só tenho pena de Portugal não ter tratado melhor o Brasil na altura dos descobrimentos, ou até mesmo de África, podem dizer que é balelas, mas Portugal era considerado o pais mais rico e por causa da ganância dos nossos reis que investiram nos descobrimentos esqueceram-se de proteger as suas terras e fomos atacados varias vezes pelos franceses e enquanto os nossos governantes fugiam para o Brasil, Portugal era protegido pelos ingleses..é triste, mas é verdade...perdemos tudo logo depois disso.
avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Ana Carol em Ter Maio 11, 2010 9:26 pm

hum...
é,... nao sei...meio triste, ou melhor, decepcionante. Neutral
avatar
Ana Carol
Alta Colaboradora

Idade : 21
Mensagens : 4011
Localização : Rio ♥
Data de inscrição : 22/02/2010

http://kiissmeorkillme.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Lu em Qui Maio 13, 2010 8:06 am

Agora vou-vos contar uma história que começou neste dia em 1917 em Fátima, um local muito perto de Lisboa.

Os Pastorinhos de Fátima/ Os Três Pastorinhos, foram três crianças portuguesas que viveram e testemunharam as chamadas aparições de Fátima, ocorridas entre 1916 e 1917, na Cova da Iria (era o nome de uma aldeia de Fátima). Eles se chamavam Lúcia (dez anos), Francisco Marto ( nove anos) e Jacinta Marto (sete anos).
Antes da grande aparição eles tiveram uma visita de um Anjo, que lhes ensinou orações e lhes disse que a Mãe do Céu e Jesus estavam a olhar para eles, para eles serem bons e misericordiosos. Como crianças eles de inicio tiveram medo, mas depois ao começarem a rezar o medo desapareceu.


13 de Maio de 1917



Foi neste dia, num local chamado Cova de Iria, que os três pastorinhos por volta do meio-dia e depois de rezarem o terço, observaram dois clarões como se fossem relâmpagos. Pensaram logo que ia chover e eles estavam em cima de um monte, reuniram o rebanho e decidiram ir embora. Quando viram" uma Senhora vestida de branco e mais brilhante que o Sol, espargindo luz mais clara e intensa que um copo de cristal cheio de água cristalina, atravessado pelos raios do sol mais ardente", descreve Lúcia. "A sua face, indescritivelmente bela não era nem triste, nem alegre, mas séria, com ar de suave censura. As mãos juntas, como a rezar, apoiadas no peito e voltadas para cima. Da mão direita pendia um rosário. As vestes pareciam feitas só de luz. A túnica era branca e branco o manto, orlado de ouro que cobria a cabeça da Virgem e lhe descia até aos pés. Não se Lhe viam os cabelos nem as orelhas." Eles estavam perante Maria, mãe de Jesus. Segundo Lucia esta foi a conversa:
Nossa Senhora: - Não tenhais medo. Eu não vos faço mal.
Lúcia: - Donde é Vossemecê?
NS: - Sou do Céu.
L: - E que é que Vossemecê me quer?
NS: - Vim para vos pedir que venhais aqui seis meses seguidos, no dia 13, a esta mesma hora. Depois vos direi quem sou e o que quero. Depois voltarei ainda aqui uma sétima vez.
L: - E eu também vou para o Céu?
NS: - Sim, vais.
L: - E a Jacinta?
NS: - Também.
L: - E o Francisco?
NS: - Também, mas tem que rezar muitos terços. Quereis oferecer-vos a Deus para suportar todos os sofrimentos que Ele quiser enviar-vos, em acto de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido e de súplica pela conversão dos pecadores?
L: - Sim, queremos.
NS: - Ides pois ter muito que sofrer, mas a graça de Deus será o vosso conforto. Rezem o terço todos os dias para alcançarem a paz para o mundo e o fim da guerra. ( Ainda rolava a Primeira Guerra Mundial e havia muitos portugueses nessa guerra).

Nossa Senhora tinha razão, eles sofreram. Como eram crianças foram logo contar que tinham visto Maria e que ela lhes tinha falado. Ora os pais pensaram que eles estavam doentes e andavam a ter alucinações, foram ter com o padre e este ficou muito admirado com a historia, mas houve pessoas que acreditaram.

13 de Junho de 1917

Neste dia compareceram no local pessoas curiosas, outras por fé no mesmo local que anteriormente.Por volta do meio-dia Ela apareceu novamente e falou com Lúcia. Segundo ela esta foi a conversa:
L: - Vossemecê que me quer?
NS: - Quero que venhais aqui no dia 13 do mês que vem, que rezeis o terço todos os dias e que aprendam a ler.
L: - Queria pedir-Lhe para nos levar para o Céu.
NS:- Sim, a Jacinta e o Francisco levo-os em breve. Mas tu ficas cá mais algum tempo. Jesus quer servir-se de ti para Me fazer conhecer e amar. Ele quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração. A quem a abraçar, prometo a salvação e serão queridas de Deus estas almas, como flores postas por Mim a adornar o seu trono.
L:- Fico cá sózinha?
NS:- Não, filha. E tu sofres muito? Não desanimes. Eu nunca te deixarei. O meu Imaculado Coração será o teu refúgio e o caminho que te conduzirá até Deus.

As pessoas que estavam lá pensaram que também iam ver o mesmo que os pastorinhos, mas enganaram-se e começaram a rir-se deles, a chamar-lhes mentirosos e aldrabões, a familia virou chacota na aldeia e eles eram mal tratados pelos amigos. Ninguem os entendia e quem acreditava tinham medo de dizer.

13 de Julho de 1917

Terceira aparição. Os pastorinhos compareceram e algumas pessoas também, tal como os pais dos meninos. Era Verão, mas por volta do meio-dia uma arajem suave e fria deu-se no local e Maria apareceu:
L: - Vossemecê que me quer?
NS: - Quero que venhais aqui no dia 13 do mês que vem, que continuem a rezar o terço todos os dias, em honra de Nossa Senhora do Rosário para obter a paz do mundo e o fim da guerra, porque só Ela lhes poderá valer.
L: - Queria pedir-lhe para nos dizer quem é; para fazer um milagre com que todos acreditem que Vossemeçê nos aparece.
NS: - Continuem a vir aqui todos os meses. Em Outubro direi quem sou, o que quero e farei um milagre que todos hão-de ver para acreditarem. Sacrificai-vos pelos pecadores e dizei muitas vezes e em especial quando fizerdes algum sacrifício: "ó Jesus, é por vosso amor, pela conversão dos pecadores e em reparação pelos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria. A guerra vai acabar, mas se não deixarem de ofender a Deus, no reinado de Pio XI começará outra pior. Deus vai punir o mundo de seus crimes, por meio da guerra, da fome e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre. Para a impedir virei pedir a consagração da Rússia a meu Imaculado Coração. Por fim o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz. Em Portugal se conservará sempre o dogma da fé.
L: - Vossemecê não me quer mais nada?
NS: - Não. Hoje não te quero mais nada. Mas peço-vos para manterem isto em segredo. Digam para rezarem muito.

Se derem conta Ela estava a contar o futuro da humanidade, pois foi realmente passados alguns anos, que se deu tudo aquilo e mais algumas coisas desagradaveis.


19 de Agosto de 1917

No dia 13 de Agosto, quando deveria dar-se a quarta aparição, os pastorinhos não foram pois tinham sido raptados e presos pelo administrador de Ourém, que à força tentou arrancar-lhes tudo o que Maria contou, a ganacia e a inveja por aqueles meninos que estavam a ficar conhecidos por Portugal inteiro era grande e até havia chamado para aquele lugar crentes e bispos.
No dia 19 de Agosto de 1917, pelas 4 horas da tarde, começaram a produzir-se as alterações atmosféricas que precederam as aparições anteriores. E la estava Ela:
L: - Que é que Vossemecê me quer?
NS: -Quero que continueis a ir à Cova da Iria no dia 13, que continueis a rezar o terço todos os dias. No último mês farei o milagre para que todos acreditem. Rezai, rezai muito e fazei sacrifícios pelos pecadores, que vão muitas almas para o Inferno por não haver quem se sacrifique e peça por elas.

13 de Setembro de 1917

Como sempre ao meio-dia uma arajem surgia em volta do local. Dissem, segundo os relatos, que mais de 100 pessoas compareciam nesse dia, bispos, padres e até o exercito apareceu por ordem do Comité, com a explicação de que ali estava a suigir uma seita contra a Justiça de Portugal ( eles ainda não acreditavam na historia da aparição e Portugal estava a passar um mau bocado por causa da Guerra).

13 de Outubro de 1917

Devido ao facto de os pastorinhos terem revelado que a Virgem Maria iria fazer um milagre neste dia para que todos acreditassem, estavam presentes na Cova da Iria cerca de 50 mil pessoas, segundo os relatos da época. Chovia com abundância e a multidão aguardava as três crianças nos terrenos enlameados da serra. Lúcia descreve estes acontecimentos: "Saímos de casa bastante cedo. O povo era em massa. A chuva, torrencial. Minha mãe, temendo que fosse aquele o último dia da minha vida, com o coração retalhado pela incerteza do que iria acontecer, quis acompanhar-me. Nem a lamaceira dos caminhos impedia essa gente de se ajoelhar na atitude mais humilde e suplicante. Chegados à Cova de Iria, pedi ao povo que fechasse os guarda-chuvas para rezarmos o terço. Pouco depois, vimos o reflexo da luz e, em seguida, Nossa Senhora.
L: - Que é que Vossemecê me quer?
NSe: – Quero dizer-te que façam aqui uma capela em Minha honra, que sou a Senhora do Rosário, que continuem sempre a rezar o terço todos os dias. A guerra vai acabar e os militares voltarão em breve para suas casas.
L: - Eu tinha muitas coisas para Lhe pedir. Que curasse todas as pessoas que aqui estam presentes e do mundo inteiro.
NS: - Uns, sim; outros, não. É preciso que se emendem, que peçam perdão dos seus pecados. Não ofendam mais a Deus Nosso Senhor que já está muito ofendido.
Nesse momento Ela sobe em direcção ao sol e os pastorinhos vêm a Sagrada Familia a brilhar lá no alto, os presentes no local viram o chamado 'O Milagre do Sol'; a chuva que caía cessou, as nuvens entreabriram-se deixando ver o Sol, assemelhando-se a um disco de prata fosca, podia fitar-se sem dificuldade sem cegar. A imensa bola começou a girar vertiginosamente sobre si mesma como uma roda de fogo. Depois, os seus bordos tornaram-se escarlates e deslizou no céu, como um redemoinho, espargindo chamas vermelhas de fogo. Essa luz refletia-se no solo, nas árvores, nas próprias faces das pessoas e nas roupas, tomando tonalidades brilhantes e diferentes cores. Tudo durou uns dez minutos. Finalmente, o sol ficou novamente tranquilo e brilhante. Muitas pessoas notaram que as suas roupas, ensopadas pela chuva, tinham secado súbitamente. Tal fenómeno foi testemunhado por milhares de pessoas. O relato foi publicado na imprensa por diversos jornalistas que ali se deslocaram e que foram também eles, testemunhas do milagre.

Eles ficaram famosos depois disto, dizem que havia pessoas que iam ter com eles para lhes pedir a cura, outros para aprederem a rezar como eles. Nossa Senhora não apareceu mais nenhuma vez, mas mesmo assim eles rezavam sempre.
Tal como Maria disse a Guerra acabou, muitos soldados vieram para as suas casas, e tal como dissera Francisco e Jacinta subiram ao céu. Francisco faleceu em 1919 e a sua irmã um ano depois, deixando para trás Lúcia que se enfiou num convento até ao dia da sua morte em 2005. Tal como Maria disse, Lúcia viu a 2º Guerra começar, a perseguição aos cristãos e aos Judeus até que chega um novo Papa que revolucionou a fé no Rosário, e a crença na imagem da Virgem, o Papa João Paulo II. Lúcia também viu a Beatificação dos seus primos que foi feita pelo Papa em 2000.

Foi construido na Cova de Iria uma Igreja em honra dela
e na Zona onde ela aparecia aos pastorinhos foi construida a capelinha das apariçoes
onde mora a imagem de Nossa Senhora.
Todos os anos neste dia e neste mês, vem muitos pergrinos aqui, de todos os paises e nações rezar e fazer as suas penitencias. o Papa João Paulo II era muito devoto a Ela e sempre se considerava um peregrino dela, e sempre que podia vir cá a Portugal ele ficava horas a contempla-la..

Digo-vos uma coisa, é um local bonito de se ver e de se visitar. é sempre cheio nesta altura do ano por causa das festividades cristãs em honra Dela, mas que também valem a pena assistir. Já agora esta historia é verídica e autentica.
avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Buria de Lioncourt em Ter Jun 08, 2010 6:16 pm

Só vi o tópico agora. o:

Lu, que história linda! Temos algumas desse tipo aqui no Brasil também...
Aliás, você parece tão orgulhosa do seu país, isso é bem legal. (:


Onde é que ficam as melhores baladas? afro

_________________________________________________



That bad girl power I got,
I'll abuse it tonight
You'll be mine till the light
Got poison on my mind




Buria Ivashkov de Lioncourt Elemento: Terra Moroi Ficha da personagem
avatar
Buria de Lioncourt
Administradora

Idade : 25
Mensagens : 1672
Data de inscrição : 18/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Lu em Qui Jun 10, 2010 10:28 am

10 de Junho

Hoje vim falar do feriado 10 de Junho.O Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, é também o dia em que se assinala a morte de Luís Vaz de Camões em 1580.
Durante o regime ditatorial do Estado Novo de 1933 até à Revolução dos Cravos de 25 de Abril de 1974, era celebrado como o Dia da Raça: a raça portuguesa ou os portugueses.
O 10 de Junho começou a ser particularmente exaltado com o Estado Novo, o regime instituído em Portugal em 1933 sob a direcção de António de Oliveira Salazar. Foi a partir desta época que o dia de Camões passou a ser festejado a nível nacional. A generalização dessas comemorações deveu-se bastante à cobertura dos meios de comunicação social.
Durante o Estado Novo, o 10 de Junho continuou sendo o Dia de Camões. O regime apropriou-se de determinados heróis da república, não no sentido laico que os republicanos pretendiam, mas num sentido nacionalista.
Até ao 25 de Abril de 1974, o 10 de Junho era conhecido como o Dia de Camões, de Portugal e da Raça. Depois que a revolução se deu, este dia passou a ser conhecido como o dia de Camões e de Portugal. Esta homenagem a este ilustre poeta se deve aos escrito da Epopeia Lusiadas.

Agora vou-vos contar um pouco sobre:

Luís Vaz de Camões foi um célebre poeta de Portugal, considerado uma das maiores figuras da literatura em língua portuguesa e um dos grandes poetas do Ocidente.
Pouco se sabe com certeza sobre sua vida. Aparentemente nasceu em Lisboa, de família da pequena nobreza.Ainda jovem, terá recebido uma sólida educação nos moldes clássicos, dominando o latim e conhecendo a literatura e história antigas e modernas. Frequentou a corte de Dom João III, iniciou sua carreira como poeta lírico e se envolveu, como narra a tradição, em amores com damas da nobreza e possivelmente plebeias, além de levar uma vida boêmia e turbulenta. Por causa desta vida e de ser o autor de inúmeras traições, ele foi preso, exilado e foi obrigado a combater em inúmeras batalhas tendo numa delas perdido o olho direito. Durante as suas batalhas com os portugueses ele começou a escrever a famosa Epopeia nacionalista ‘Os Lusiadas’.
De volta à pátria, publicou Os Lusíadas e recebeu uma pequena pensão do rei Dom Sebastião por seus serviços prestados à Coroa, mas em seus anos finais enfrentou dificuldades para se manter. Logo após a sua morte a sua obra lírica foi reunida na coletânea Rimas, tendo deixado também três obras de teatro cômico. Enquanto viveu queixou-se várias vezes de alegadas injustiças que sofrera, e da escassa atenção que sua obra recebia, mas pouco depois de falecer sua poesia começou a ser reconhecida como valiosa e de alto padrão estético por vários nomes importantes da literatura europeia, ganhando prestígio sempre crescente entre o público e os conhecedores e influenciando gerações de poetas em vários países. Camões foi um renovador da língua portuguesa e fixou-lhe um duradouro cânone; tornou-se um dos mais fortes símbolos de identidade para a sua pátria e é uma referência para toda a comunidade lusófona internacional. Hoje a sua fama está solidamente estabelecida e é considerado como um dos grandes vultos literários da tradição ocidental, sendo traduzido para várias línguas e tornando-se objeto de uma vasta quantidade de estudos críticos.
Os Lusíadas. A epopeia narra a história de Vasco da Gama e dos heróis portugueses que navegaram em torno do Cabo da Boa Esperança e abriram uma nova rota para a Índia. É uma epopeia humanista, mesmo nas suas contradições, na associação da mitologia pagã à visão cristã, nos sentimentos opostos sobre a guerra e o império, no gosto do repouso e no desejo de aventura, na apreciação do prazer sensual e nas exigências de uma vida ética, na percepção da grandeza e no pressentimento do declínio, no heroísmo pago com o sofrimento e luta. O poema abre com os seguintes versos:


As armas e os barões assinalados
Que, da ocidental praia lusitana,
Por mares nunca de antes navegados
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados,
Mais do que prometia a força humana,
E entre gente remota edificaram
Novo reino, que tanto sublimaram.
.....
Cantando espalharei por toda a parte,
Se a tanto me ajudar o engenho e arte


Luís de Camões como anteriormente falei, era considerado o Dom Juan português. Ele era um grande apreciador do amor Platónico e das mulheres em geral. Ele durante a sua vida amorosa com várias mulheres ele escreveu líricas de amor, poemas. Na época dele o sexo era visto como um pecado capital, uma Luxúria. Ele sempre se queixou da tirania dos amores impossíveis, detestava as despedidas e as distancias que ele sofria desses amores.
Eis um soneto muito conhecido:


Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo amor
?

Ele tem muitos outros sonetos. Foi casado com uma Indiana, mas numa das viagens de regresso a Portugal, eles apanharam uma tempestade, destruindo a Caravela onde eles navegavam. Naquela altura os ‘Lusíadas’ estava pronto e nessa viajem ia o único manuscrito da obra. Diz-se que Luís salvou mais depressa os escritos do que a sua esposa, deixando-a se afogar.
Hoje em dia todos os portugueses estudam as suas obras na disciplina de Língua Portuguesa e no curso de Letras.


avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Katherine Bittersweet em Sex Set 09, 2011 1:15 pm

Ai Camões, amo as coisas que ele escreveu *--*
Lu, fala mais de Coimbra, meu "namorado" tá indo pra Coimbra por dois anos fazer intercambio!

_________________________________________________
You can't hold me down
A falling star fell from your heart and landed in my eyes, I screamed aloud, as it tore through them, and now it's left me blind. I knew that somehowI could find my way back. Then I heard your heart beating, you were in the darkness too, so I stayed in the darkness with you. ― ♥️
avatar
Katherine Bittersweet

Idade : 25
Mensagens : 298
Data de inscrição : 02/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Lu em Sex Set 09, 2011 2:36 pm

Coimbra, minha linda?? haaa linda cidade sim senhor. E ele vai em intercambio pra que Faculdade?? Universidade de Coimbra??

Bem daquilo que sei, e tenho conhecimento Coimbra é a maior cidade da região do Centro de Portugal. Muito maior que o Porto.
é uma cidade historicamente universitária, por causa da Universidade de Coimbra, primeira faculdade em Portugal fundada em 1290, por D. Dinis
É banhada pelo magnifico Rio Mondego. (Ele que tire fotos deste rio, existe umas zonas com uma vista magnifica.)

Na historia de Portugal, Coimbra foi uma das mais importantes cidades para o nascimento de Portugal, para o comercio, guerra e hoje em dia para se construir empresas e organizaçoes, devido á sua posição geografica e ha Coimbra também é conhecida como a cidade do Ensino e da Saúde. É lá que se situa as melhores faculdades de Direito, Medecina, Letras...

Em 2003 foi considerada Capital Nacional da Cultura.

Foi em Coimbra que Portugal nasceu, com o Reinado de D. Afonso Henriques, Primeiro Rei de Portugal. Cidade cheia de monumentos antigos, ruas, vielas e arcos medievais.Claro que tem mistura de arte Romana porque antes de D. Afonso Henriques existir, eramos governados por Romanos. O que interessa é que o meu primeiro rei deu uma valente porrada aos Romanos expulsando eles de uma vasta area de Portugal. Entretanto vieram os outros reis e conquistaram o resto.

Bem aviso já que no Inverno as temperaturas sao baixas mesmo e chove a cantaros por lá. Já no Verão é um calor de morrer.

Para divertimento e cultura, existe o Museu Nacional de Machado de Castro, possui colecções importantes de pintura, escultura, ourivesaria, cerâmica e têxteis
O fado de Coimbra está intimamente ligado às tradições académicas e caracteriza-se por uma guitarra com uma estrutura, configuração e afinação própria.
O Prque nacional, onde reside o riacho que foi tema de muitos pomas e livros sobre o romance de D. Pedro e Ines de Castro, uma historia de amor proibido que acaba em morte e vingança.
E claro tem montes de discotecas para abanar a cabeça.

So quem vai a Coimbra é que sabe o que quero dizer, quando eu falo que é uma cidade 5 estrelas.



avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Katherine Bittersweet em Sab Set 17, 2011 11:20 am

Sim Lu ele vai para a Universidade de Coimbra, fazer Educação Fisica.

E poxa é lá que está enterrado D. Pedro e Ines de Castro?
Tenho muita vontade de visitar o tumulo deles, acho a historia muito linda. Apesar de ter sido nojento o que ele fez com o povo por vingança, mas dá pra entender.

Enfim, agora eu fico morrendo de vontade de ir pra lá com ele.

E Lu você mora onde, de Portugal?

_________________________________________________
You can't hold me down
A falling star fell from your heart and landed in my eyes, I screamed aloud, as it tore through them, and now it's left me blind. I knew that somehowI could find my way back. Then I heard your heart beating, you were in the darkness too, so I stayed in the darkness with you. ― ♥️
avatar
Katherine Bittersweet

Idade : 25
Mensagens : 298
Data de inscrição : 02/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Lu em Sab Set 17, 2011 2:36 pm

haaa tem um tumulo deles lá sim e em Kisboa tambem.A historia é fantastica, ele so tinha olhos pa mulher amada...o povo simplesmente ajudou na execuçao da morte de Ines, era natural que ele queira vingança tambem do povo.
Eu sou da zona do Porto.
avatar
Lu
Alta Colaboradora

Idade : 28
Mensagens : 1658
Localização : portugal
Data de inscrição : 09/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Katherine Bittersweet em Dom Set 18, 2011 6:24 pm

Sim, é natural, mas ainda assim, desenterra-la e fazer o povo beijar a mão dela (cadáver) é nojento quando se para pra pensar, mas dá pra entender o que ele sentiu

E entendi, SE um dia eu for visitá-lo, irei te visitar também.

_________________________________________________
You can't hold me down
A falling star fell from your heart and landed in my eyes, I screamed aloud, as it tore through them, and now it's left me blind. I knew that somehowI could find my way back. Then I heard your heart beating, you were in the darkness too, so I stayed in the darkness with you. ― ♥️
avatar
Katherine Bittersweet

Idade : 25
Mensagens : 298
Data de inscrição : 02/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Elizabeth Ivashkov em Dom Set 18, 2011 8:36 pm

hey, só sgora eu vi o topico Embarassed
eu já conhecia a historia da Nossa Senhora de Fátima, mas não tao detalhadamente. (católica, uh)
com certeza quero ir pra Portugal, ainda mais com lugares tao lindos ai pra se conhecer Smile
avatar
Elizabeth Ivashkov

Idade : 20
Mensagens : 34
Localização : St. Vladimir Academy
Data de inscrição : 03/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Viagens: Portugal

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum